Bluetooth – Como Funciona

Quando você usa computadores, sistemas de entretenimento ou telefones, as várias peças e partes dos sistemas compõem uma comunidade de dispositivos eletrônicos. Esses dispositivos se comunicam uns com os outros usando uma variedade de fios, cabos, sinais de rádio e feixes de luz infravermelha, além de uma variedade ainda maior de conectores, plugues e protocolos.

A arte de conectar coisas está se tornando cada vez mais complexa. Neste artigo, veremos um método para a conexão de dispositivos chamado bluetooth, que pode dinamizar o processo. Uma conexão bluetooth é sem fio (mesmo no Brasil é comum usar o termo em inglês, wireless) e automática e possui diversos recursos interessantes que podem simplificar nossa vida diária.

O problema
Quando dois dispositivos quaisquer devem falar um com o outro, eles precisam concordar em diversos aspectos antes de dar início à comunicação. Esse primeiro ponto do acordo é físico: eles falarão por meio de fios ou por alguma forma de sinais sem fio? Caso eles usem fios, quantos serão necessários – 1, 2, 8, 25? Assim que os atributos físicos são decididos, muitas outras questões surgem:

  • Quantos dados serão enviados por vez? Por exemplo, as portas seriais enviam dados 1 bit de cada vez, enquanto as portas paralelas enviam diversos bits de uma vez.

  • Como eles falarão um com o outro? Todas as partes em uma discussão eletrônica devem saber o significado dos bits e se a mensagem que eles recebem é a mensagem enviada. Isso significa o desenvolvimento de um conjunto de comandos e respostas conhecido como um protocolo.

A solução bluetooth
Cada vez mais estabelecimentos estão adotando o Bluetooth como forma alternativa de divulgar promoções e conteúdos. Você pode receber músicas, jogos, imagens ou cupons promocionais.

O bluetooth leva as redes locais (de pequena área) um degrau acima ao eliminar a necessidade da intervenção do usuário e ao manter a potência de transmissão extremamente baixa poupando energia da bateria. Imagine isto: você está com seu celular capacitado para bluetooth do lado de fora de sua casa. Você diz à pessoa no outro lado da linha para chamá-lo novamente em cinco minutos, de modo que você possa entrar em casa e deixar suas coisas. Assim que você entra em casa, o mapa que você recebeu em seu celular por meio do sistema GPS com bluetooth de seu carro é enviado automaticamente para seu computador  equipado com bluetooth, porque seu celular captou um sinal bluetooth proveniente de seu PC e enviou automaticamente os dados que você designou para transferência. Cinco minutos mais tarde, quando seu amigo liga novamente, seu telefone residencial com bluetooth é que toca, em vez de seu celular. A pessoa chamou o mesmo número, mas seu telefone residencial captou o sinal bluetooth de seu celular e redirecionou automaticamente a chamada porque percebeu que você estava em casa. Cada sinal de transmissão que passa pelo seu celular consome apenas 1 miliwatt de potência, de modo que a carga de seu celular é virtualmente inalterada durante todo o procedimento.
O bluetooth é essencialmente um padrão de formação de rede que funciona em dois níveis:

  • Ele fornece um acordo sobre o nível físico (o bluetooth é um padrão de radiofreqüência).
  • Ele fornece um acordo sobre o nível do protocolo segundo o qual precisam concordar sobre quando os bits devem ser enviados, quantos devem ser enviados de cada vez, e como as partes em uma comunicação podem assegurar que a mensagem recebida é a mesma que a mensagem enviada.

A grande sacada do bluetooth é o fato de ser sem fio, de baixo custo e automático. Há outras maneiras de contornar o uso de fios, incluindo a comunicação infravermelha. Infravermelho (IR) se refere a ondas de luz de uma freqüência mais baixa do que os olhos humanos podem receber e interpretar. O infravermelho é usado na maioria dos sistemas de controle remoto de televisão. As comunicações infravermelhas são bastante confiáveis e não encarecem muito os dispositivos, mas apresentam alguns inconvenientes. Primeiro, o infravermelho é uma tecnologia de “linha de visada”. Por exemplo, você precisa apontar o controle remoto para a televisão ou DVD player para que as coisas aconteçam. O segundo inconveniente é que o infravermelho é quase sempre uma tecnologia “um para um”. Você pode enviar dados entre seu computador de mesa e seu computador laptop, mas não entre seu laptop e seu PDA ao mesmo tempo. Veja Como funcionam os controles remotos para aprender mais sobre a comunicação por infravermelho.

Essas duas qualidades do infravermelho são realmente vantajosas em alguns aspectos. Como os transmissores e os receptores de infravermelho precisam ficar alinhados um com o outro, é raro ocorrer interferência entre os dispositivos. A natureza “um para um” das comunicações com infravermelho é útil para assegurar que a mensagem chegue somente ao destinatário pretendido, mesmo em uma sala repleta de receptores de infravermelho.

O bluetooth pretende resolver os problemas relacionados aos sistemas infravermelhos. O padrão bluetooth 1.0, mais antigo, possui uma velocidade de transferência máxima de 1 megabit por segundo (Mbps), enquanto o bluetooth 2.0 pode administrar até 3 Mbps. O bluetooth 2.0 é compatível com os dispositivos 1.0 precedentes. Em agosto de 2007, foi padronizada a versão 2.1+EDR (Enhanced Data Rate), que facilita o processo de pareamento (pairing) e aumenta a segurança das conexões.

Por que o nome bluetooth?

Harald Bluetooth foi rei da Dinamarca no final dos anos 900. Ele conseguiu unir a Dinamarca e parte da Noruega num reino e então introduziu o Cristianismo na Dinamarca. Ele deixou um grande monumento, a pedra rúnica Jelling, em memória de seus pais. Bluetooth morreu em 986 durante uma batalha com seu filho, Svend Forkbeard. A escolha desse nome para o padrão indica a importância das companhias da região Nórdica (que inclui países como a Dinamarca, Suécia, Noruega e Finlândia) para a indústria de comunicações, mesmo que o nome informe muito pouco sobre a tecnologia.

Publicado em novembro 13, 2011, em COMO FUNCIONA. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: